Notícias
Gripe pode ser evitada com medidas simples de higienização
No inverno a população deve ficar atenta às doenças respiratórias. Adotar medidas de prevenção é a melhor maneira de evitar desconfortos e problemas de saúde, mantendo uma vida saudável mesmo nesse período. Hábitos simples de higiene são importantes para prevenção, já que alguns vírus, como o da influenza, permanecem vivos no ambiente por até 72 horas e, em superfícies como corrimões, maçanetas e torneiras, por até 10 horas. A concentração de pessoas em ambientes fechados favorece a circulação de diversos tipos de vírus respiratórios. Além disso, as mãos também são responsáveis por boa parte das contaminações, como explica o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa: “É comum a pessoa cobrir com a mão a tosse ou o espirro e depois tocar numa maçaneta, num botão de elevador, num corrimão, e outra pessoa que toca na mesma superfície pode se contaminar. Deve-se sempre proteger a tosse ou o espirro com o lenço descartável e não com a mão. Se a pessoa não tiver lenço é melhor proteger com a dobra do braço porque pelo menos não contamina a mão e não transmite a doença”, explica. A melhor maneira de se evitar a gripe é praticando uma boa higiene. Dicas simples podem fazer muita diferença. Veja quais são: - lavar as mãos com água morna e sabão - evitar o contato com qualquer pessoa que esteja tossindo ou espirrando - se estiver gripado, você pode evitar a contaminação de outras pessoas ficando em casa até que esteja se sentindo melhor, cobrindo a boca e o nariz com um lenço toda vez que tossir ou espirrar, lavando bem as mãos com água morna e sabão se as tiver usado para cobrir a boca ao espirrar ou tossir. Os sintomas da gripe costumam se manifestar entre dois e três dias após o contágio e duram, em média, uma semana. Febre alta permanente e dificuldade para respirar são sinais que podem indicar o agravamento do quadro, principalmente se ocorrer com pessoas dos grupos de maior vulnerabilidade, como crianças e idosos. “Outra medida para evitar a gripe, é evitar o contato com pessoas doentes. Se tem alguém doente na família ou um vizinho que está com febre e tosse, por exemplo, é bom evitar visitá-lo durante aquele período.”, explica o secretário. Lembre-se, você pode espalhar a gripe por até sete dias depois de ter ficado doente, portanto, tenha cuidado mesmo depois que a maior parte dos sintomas tiver desaparecido. Tratamento – Ao surgirem sintomas de gripe ou resfriado, o Ministério da Saúde recomenda que as pessoas procurem o serviço de saúde mais próximo e não tomem medicamentos por conta própria, como os antigripais. A automedicação pode mascarar sintomas, contribuir para o agravamento da doença e dificultar o diagnóstico, que deve ser feito por um médico.
Fonte:  Fonte: Camilla Terra / Blog da Saúde
© 2011 JPC LAB. Todos os direitos reservados.